Galeria de vídeos

Fazenda do RS é proibida de dissecar animais para dar aulas de anatomia

17 de fevereiro de 2018

Um dos passeios oferecidos a alunos de 6ª a 8ª séries era a uma fazenda onde animais eram dissecados e usados em aulas de anatomia. A Justiça Federal acabou com essa prática. Os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região levaram em conta uma lei federal que restringe a utilização de animais apenas a estabelecimentos de ensino superior e escolas técnicas. A reportagem é de Marcelo Magalhães. Publicado em 14 de fev de 2018

Estrangeiros em dificuldade financeira não precisam pagar taxas para tirar documentos

14 de fevereiro de 2018

Uma família pobre, que veio do Haiti, teria que pagar mais de R$ 2 mil para regularizar a documentação dos filhos. Mas a Justiça entendeu que essa cobrança viola o princípio da dignidade humana e isentou o pagamento. Publicado em 7 de fev de 2018

Correntista que teve cheque clonado ganha ressarcimento, mas indenização por danos morais é negada

30 de novembro de 2017

Uma correntista, do sul do país, acionou a Caixa Econômica pedindo uma indenização 20 vezes maior que o valor descontado, mas não conseguiu. A Justiça Federal determinou apenas o ressarcimento da quantia do cheque.

Justiça nega porte de arma a advogado que alegou profissão de risco – Via Legal 764

16 de novembro de 2017

O mapa da violência no Brasil mostra que um milhão de pessoas morreram no país, vítimas de arma de fogo, entre 1980 e 2014. De acordo com o levantamento do Ministério da Justiça, em 95% dos casos, os crimes foram intencionais. No sul do país, um advogado usou o argumento de que trabalha em uma profissão de risco e tentou tirar o porte de arma. Mas o entendimento da Justiça foi diferente e o pedido negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A reportagem é de Marcelo Magalhães.

Paciente que teve material cirúrgico esquecido dentro da barriga tem direito à indenização

10 de novembro de 2017

Quanto deve ser pedido de indenização, por exemplo, quando um material cirúrgico é esquecido pela equipe dentro da barriga de um paciente? No sul do país, uma mãe que passou por esse drama achou pouco o valor determinado pela Justiça. Diante do risco de morrer e deixar o filho órfão, ela pediu indenização por danos morais e conseguiu. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região decidiu inclusive, aumentar o valor de R$ 30 mil para R$ 40 mil reais. A reportagem é de Marcelo Magalhães

Médico preso e torturado na Ditadura consegue reparação por danos morais

20 de outubro de 2017

Os brasileiros que sobreviveram aos chamados “ anos de chumbo”, na época da ditadura, conquistaram anistia política e indenização do governo por danos materiais. Mas há quem diga que o valor recebido não paga os traumas que ficaram. E pede uma reparação moral pela violência sofrida durante e depois da tortura, foi o que fez um médico gaúcho. O repórter Marcelo Magalhães conversou com ele e mostra que o Tribunal Regional Federal 4ª Região determinou à União o pagamento da indenização por danos morais.