Portal da Justiça Federal da 4ª Região
Seção Judiciária do Rio Grande do Sul
Seção Judiciária de Santa Catarina
Seção Judiciária do Paraná
Intra da Seção Judiciária do Rio Grande do Sul
M
A+
A
A-

Instalada segunda vara federal em Carazinho (RS)

4 de julho de 2012

A Justiça Federal do RS (JFRS) instalou, nesta quarta-feira (4/7), sua segunda vara em Carazinho. Na ocasião, também foram inaugurados a nova sede da subseção, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon) e a Central de Atendimento ao Público (CAP) locais. A cerimônia foi conduzida pela presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargadora federal Marga Inge Barth Tessler, e contou com as presenças do Corregedor Regional da Justiça Federal da 4ª Região, desembargador Tadaaqui Hirose; do prefeito e do presidente da Câmara de Vereadores do município, Aylton Magalhães e Ereley Vieira, respectivamente. Os diretores de Foro da Seção Judiciária do Rio Grande do Sul (SJRS), juiz federal Eduardo Tonetto Picarelli; da Seção Judiciária de Santa Catarina, juiz federal Alcides Vettorazi; da Seção Judiciária do Paraná, juiz federal Friedmann Wendpap; e da Subseção de Carazinho, Frederico Valdez Pereira, também estiveram no evento.

Na abertura da cerimônia, o juiz federal Valdez Pereira destacou o fato de estar sendo instalada mais uma vara dos Juizados Especiais Federais (JEFs), o que considerou fator de aprimoramento na relação entre a Justiça e o jurisdicionado. “Trata-se de uma revolução na facilidade de acesso ao Judiciário pelo cidadão, sem a necessidade de arcar com os altos cursos e, principalmente, com a existência de um procedimento judicial dinâmico e enxuto, em benefício, na maior parte das vezes, do cidadão de baixa renda”, afirmou.

O constante processo de melhoria nos serviços prestados à comunidade também foi mencionado pelo diretor do Foro da SJRS. Segundo Picarelli, a instalação da Subseção de Palmeira das Missões, em 2013, ampliará o acesso à Justiça Federal e promoverá mudanças na sua jurisdição. “Carazinho atenderá 38 municípios e uma população de aproximadamente 310 mil habitantes. Praticamente dobramos nossa capacidade de atendimento ao jurisdicionado”, pontuou.

 

Fotos: Sylvio Sirangelo/JFRS

Picarelli destacou o constante processo de melhoria nos serviços da JFRS

A presidente do TRF4 agradeceu aos presentes, ressaltando os esforços da instituição em inovar para prosperar. “Queremos prestar um bom serviço, lembrando que, na Justiça Federal da 4ª Região, qualquer ação tramita em meio eletrônico, inclusive os processos administrativos”, disse Marga.

A solenidade ainda foi acompanhada por autoridades municipais, estaduais e federais, advogados e representantes da Caixa Econômica Federal e da seccional gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS). A nova sede da Justiça Federal em Carazinho está localizada na Rua Bento Gonçalves, 214.

Magistrados Picarelli (E), Marga e Pereira descerraram placa de inauguração da nova sede

Juíza Liane Rodrigues (D) descerrou a placa do novo JEF

 (foto em alta resolução)

OUTRAS NOTÍCIAS

Justiça Federal realiza audiência de conciliação em ações envolvendo ocupação de terras por índios em Vicente Dutra (RS)
25 de agosto de 2016
A 1ª Vara Federal de Palmeira das Missões (RS) promoveu uma audiência de conciliação envolvendo cinco processos que tratam da ocupação de índios em terras localizadas no [Leia mais »]


UAA de Santa Vitória do Palmar (RS) tem novo endereço
25 de agosto de 2016
A Unidade Avançada de Atendimento da Justiça Federal em Santa Vitória do Palmar tem novo endereço. A partir de hoje (25/8), a população do município e região vai ser [Leia mais »]


JF em Pelotas (RS) condena empresário por venda de anabolizantes e suplementos alimentares ilegais
24 de agosto de 2016
A 1ª Vara Federal de Pelotas condenou um empresário por crime contra a saúde pública. Ele vendia anabolizantes e suplementos alimentares de procedência estrangeira e sem [Leia mais »]


JFRS: execução fiscal indevida não gera dano moral presumido
23 de agosto de 2016
O mero ajuizamento de execução fiscal indevida não é suficiente para gerar dano moral indenizável, sendo necessária a análise das consequências da ação no caso concreto. [Leia mais »]


Justiça Federal de Novo Hamburgo (RS) oferece vagas para estágio em Informática
23 de agosto de 2016
A Justiça Federal em Novo Hamburgo  iniciou  processo seletivo para estágio remunerado na área de Tecnologia da Informação. As inscrições iniciam na segunda-feira (29/8) e [Leia mais »]


Rua Otavio Francisco Caruso da Rocha, 600 - Bairro Praia de Belas - CEP 90010-395 - Porto Alegre (RS) - PABX (51) 3214 9000