Notícias

JF Cachoeira do Sul (RS) condena quadrilha por tráfico internacional de drogas

7 de maio de 2018 - 18:54

A 1ª Vara Federal de Cachoeira do Sul (RS) condenou cinco homens e uma mulher por tráfico internacional de drogas. As penas variam de seis anos e oito meses a onze anos e dez meses de reclusão. A decisão é da juíza federal Gianni Cassol Konzen e foi proferida na última semana (2/5).

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), autor da ação, a peça-chave do grupo seria um morador de Foz do Iguaçu, responsável por trazer as drogas ao Brasil. Para distribuir a mercadoria nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, o homem de 40 anos contaria com o auxílio de comparsas.

Em fevereiro de 2017, o grupo teria sofrido a primeira baixa: um dos integrantes foi preso em flagrante tentando levar 46Kg de maconha, de carro, para o município de Encruzilhada do Sul/RS. A empreitada teria contado, ainda, com a participação de um terceiro elemento, identificado por meio de uma escuta telefônica.

Um mês depois, outro membro da quadrilha foi preso enquanto tentava entrar no município de Chapecó/SC com 30Kg de maconha escondidos no tanque de combustível de um automóvel. Ele estava acompanhado de sua companheira, que também foi autuada. O sexto integrante do grupo seria o responsável por preparar o veículo usado no transporte da droga.

O MPF apresentou denúncia contra os seis acusados. De acordo com o órgão, aqueles que não foram presos em flagrante tiveram suas participações no esquema demonstradas por meio de escuta telefônica realizada com autorização judicial.

Com base nas provas apresentadas nos autos, a magistrada condenou os seis réus. A maior pena, de onze anos e dez meses de reclusão, foi imposta ao articulador do grupo. Todos os denunciados se encontravam recolhidos em prisão cautelar no momento da condenação. Cabe recurso ao TRF4.

Condenação também em Bento Gonçalves

Também na última semana (3/5), a 1ª Vara Federal de Bento Gonçalves condenou um homem a sete anos e seis meses de reclusão por tráfico internacional de entorpecente. Em novembro do ano passado, ele foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) transportando 157Kg de pasta base de cocaína no reboque do seu caminhão.

Em um primeiro momento, o acusado alegou não saber que estava carregando a droga, mas posteriormente, acabou admitindo a prática do crime, pelo qual receberia R$ 20 mil. A sentença foi proferida pelo juiz federal substituto Eduardo Kahler Ribeiro. Ainda cabe recurso da decisão.

[Notícias anteriores]
www2.jfrs.jus.br