Juizados: Turmas Recursais e TRU têm Regimento atualizado

12 de junho de 2018

As Turmas Recursais e a Turma Regional de Uniformização (TRU) dos Juizados Especiais Federais (JEFs) da 4ª Região tiveram seu Regimento atualizado. A Resolução n.33/2018, foi publicada em 14 de maio deste ano e entra em vigor amanhã (13/6).

A atualização tem como objetivo, principalmente, adequar o regimento interno com as alterações promovidas pela Lei Nº 13.105, de 16 de março de 2015 (Novo Código de Processo Civil), a edição do regimento da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais por meio da resolução Nº 345, de 02 de junho de 2015, e alterações promovidas por meio de resoluções do Conselho da Justiça Federal (CJF) dispondo sobre a compatibilização dos regimentos internos das TRU dos Juizados Especiais.

Entre as principais mudanças estão estabelecimento de hipóteses cabíveis para sustentações orais, a obrigatoriedade do recolhimento das custas nos mandados de segurança e a regulamentação do procedimento do representativo de controvérsia, na TRU quando houver multiplicidade de pedidos com o fundamento idêntico. A admissão do representativo depende do quorum qualificado e há a possibilidade de órgãos ou entidades requer sua habilitação no processo como Amicus Curiae.

Outra alteração traz a regulamentação do procedimento da reclamação cabível apenas para preservar a competência da TRU ou garantir a autoridade das suas decisões, sendo inadmissível quando não estiverem esgotadas as instâncias ordinárias dentre outras hipóteses para seu indeferimento desde logo.

A reclamação é igualmente inadmissível quando estiver fundamentada em juízo negativo de admissibilidade pelo pedido da uniformização e, ainda, quando fundamentada na negativa do seguimento e desprovimento do pedido de uniformização pelo relator ou pela TRU, desde que o acórdão esteja em conformidade com entendimento anteriormente firmado em incidente de resolução de demandas repetitivas, em súmulas, em acórdãos da própria TRU e de instâncias superiores e, também, quando houver jurisprudência dominante da Turma Regional.

A partir do novo regimento os processos de reclamação passam a ser distribuídos diretamente na TRU, e não mais por meio de petição nos autos do processo em tramitação na Turma Recursal.

Acesse a íntegra do novo Regimento.

A sede dp TRF4 é vista de baixo pra cima, com bandeiras tremulando à sua frente e o céu azul ao fundo.

Sede do TRF4, em Porto Alegre

Veja mais Notícias

TRF4: eproc é o sistema eletrônico preferido do Judiciário Federal, aponta pesquisa do CJF

22 de junho de 2018
O eproc- processo eletrônico desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4)- é o sistema judicial preferido por 78,3% dos usuários do Judiciário Federal. O

Homem flagrado transportando meia tonelada de maconha é condenado pela JF Rio Grande (RS)

20 de junho de 2018
A 2ª Vara Federal de Rio Grande condenou um homem a 11 anos e dez meses de prisão por tráfico internacional de drogas. Ele foi flagrado tentando sair do Brasil com mais de meia

Entidades se reúnem na Justiça Federal do RS para conhecer alternativas de conciliação em meio eletrônico

20 de junho de 2018
  A conciliação em meio eletrônico foi tema de encontro que aconteceu na manhã de hoje (20/6), na sede da Justiça Federal em Porto Alegre. Advocacia-geral da União (AGU),