Justiça Federal gaúcha adere ao Novembro Azul

A Justiça Federal do RS (JFRS) inicia nesta quarta-feira (1º/11) sua adesão ao movimento Novembro Azul 2017. A programação institucional inclui a iluminação do prédio-sede na capital e a distribuição de laços azuis às pessoas que circulam no local, além de uma caminhada no Parque Harmonia. Um dia de cuidados voltado aos funcionários terceirizados e uma palestra aberta ao público em geral também estão previstos. Para o interior do Estado, foi elaborada uma campanha incentivando hábitos de vida saudável e exames periódicos.

Internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem, o mês de novembro foi escolhido para a conscientização sobre o tema, pois o dia 17 é considerado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. Esse tipo de neoplasia é o sexto mais comum no mundo e o de maior incidência entre o público masculino, junto com o câncer de pele. As estimativas do Instituto Nacional de Câncer são de 61.200 novos casos entre os anos de 2016 e 2017, o que significa que cerca de um em cada sete homens será diagnosticado com a doença durante a vida.

Hábitos de vida saudável, como cuidados com a alimentação e a prática de exercícios físicos, aliados ajudam a evitar a doença. Já o diagnóstico precoce é um grande aliado do tratamento bem sucedido.

Confira, abaixo, a programação:

– Distribuição de laços azuis e material informativo nos prédios-sede: a partir de 8/11

– Dia de Cuidados voltado aos funcionários terceirizados: 22/11

– Palestra com a médica sanitarista Virgínia Dapper, da Secretaria Estadual de Saúde, sobre o tema “Alimentação x Agrotóxicos x Câncer”: 24/11, às 17h30min, no auditório da sede de Porto Alegre

– Caminhada no Parque Harmonia: 29/11, às 17h

Veja também as peças criadas para a campanha:

Closeu up de um dado vermelho sobre uma mesa verde. Em um box destacado, está o texto: Certas combinações podem te derrubar. Obseidade, tabagismo e doenças venéreas são fatores de risco para desenvolver câncer de próstata. Adote hábitos saudáveis, realize exames regularmente e garanta uma vida longa e saudável. Novembro Azul, não dê chance para o azar. Logotipo da JFRS.

Closeu up de duas mãos masculinas empurrando cinco pilhas de fichas de cassino sobre uma mesa verde. Em um box destacado, está o texto: Não aposte todas as fichas na sorte. Não deixe para cuidar da própria saúde quando os problemas começarem a aparecer. Alimentação saudável, prática de atividade física e a realização de exames regulares são atitudes que contribuem para uma vida longa e saudável. Novembro Azul, não dê chance para o azar. Logotipo da JFRS.

 

Closeu up de uma mão segurando duas cartas de baralho sobre uma mesa verde. Em um box destacado, está o texto: Nem sempre dá para ter uma carta na manga. Não deixe para cuidar da própria saúde quando os problemas começarem a aparecer. Alimentação saudável, prática de atividade física e a realização de exames regulares são atitudes que contribuem para uma vida longa e saudável. Novembro Azul, não dê chance para o azar. Logotipo da JFRS.

Closeu up de uma roleta de cassino. Sobre a foto, há umt exto que diz: Conhecer as regras do jogo sempre aumenta suas chances. A realização de exames regulares possibilita diagnosticar precocemente qualquer enfermidade que possa aparecer. Com isso, as chances de ser bem sucedido no tratamento aumentam exponencialmente. Adote hábitos saudáveis e consulte seu médico.

 

 

 

Veja mais Notícias

Fazenda do RS é proibida de dissecar animais para dar aulas de anatomia

Um dos passeios oferecidos a alunos de 6ª a 8ª séries era a uma fazenda onde animais eram dissecados e usados em aulas de anatomia. A Justiça Federal acabou com essa prática.

Justiça Federal em Santa Maria (RS) condena paraguaio preso com mais de 100kg de cocaína

A 2ª Vara Federal de Santa Maria condenou um paraguaio por tráfico internacional de drogas. Ele foi preso com mais de 100kg de cocaína enquanto trafegava pela BR-158 no

Justiça Federal do RS condena Corinthians, construtora Odebrecht, Arena Itaquera e ex-presidente da Caixa a devolver R$400 milhões

Um repasse milionário de dinheiro público, captado por uma empresa privada especialmente criada para este fim e com capital social no valor de R$ 1 mil, embasado em garantias