Justiça Federal leva audiência de conciliação para condomínio na zona sul de Porto Alegre

20 de abril de 2018

Com o intuito de encontrar uma solução pacífica e consensual para 122 litígios envolvendo vícios construtivos em imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida, a Justiça Federal de Porto Alegre realizará uma audiência de conciliação em um condomínio da zona sul da capital. A iniciativa acontece na próxima segunda-feira (23/4), a partir das 19h, no Bairro Camaquã.

Nas reclamações processuais e pré-processuais, os moradores pedem indenizações por danos morais e a realização de reformas nos apartamentos. Entre os problemas relatados estariam fiação exposta, vazamentos nas estruturas hidráulica e sanitária, piso desnivelado e falta de acabamentos.

Durante a audiência, os proprietários terão a oportunidade de apresentar suas demandas e negociar com a Caixa. O banco é o responsável pela contratação das construtoras que executam obras pelo Minha Casa, Minha Vida e pela entrega dos imóveis concluídos e legalizados.

Participarão do mutirão os juízes Ana Inès Algorta Latorre, da 26ª Vara Federal de Porto Alegre, e Eduardo Tonetto Picarelli, da 15ª Vara Federal de Porto Alegre, além dos servidores Gisele Lopes e Carlos Alberto Bartz Moreira, do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon).

 

Veja mais Notícias

Programa de Penas Alternativas: entidades da região de Novo Hamburgo (RS) podem enviar projetos e concorrer a recursos

13 de julho de 2018
A 5ª Vara Federal de Novo Hamburgo está com inscrições abertas para o Programa de Penas Alternativas. A iniciativa visa a beneficiar projetos de relevância social através da

Justiça Federal em Porto Alegre (RS) condena três jovens pelo crime de moeda falsa

12 de julho de 2018
A 22ª Vara Federal de Porto Alegre condenou três homens pelo crime de moeda falsa. Eles foram flagrados tentando colocar em circulação no comércio duas cédulas falsificadas

Operação Suçuarana: JFRS condena Jarvis Pavão e outro homem por tráfico internacional de drogas

10 de julho de 2018
A 7ª Vara Federal de Porto Alegre (RS) condenou Jarvis Pavão e outro homem por tráfico internacional de drogas a penas de reclusão de 13 anos e 6 seis meses e 11 anos e cinco