Justiça Federal negocia espaço para Procuradoria do Município em Rio Grande (RS)

A Diretora do Foro da Justiça Federal do RS (JFRS), juíza federal Daniela Tocchetto Cavalheiro, esteve na tarde de quarta-feira (26/7) na Prefeitura Municipal de Rio Grande. Ela reuniu-se com o vice-prefeito Renato Gomes para discutir a possibilidade de abrigar, na sede da JFRS, a Procuradoria Jurídica do Município.

Localizado na Rua Capitão-Tenente Heitor Perdigão, nº 55, o prédio da Justiça Federal tem uma área total de 9.300 metros quadrados distribuídos em seis pavimentos. O edifício conta com dois elevadores e acessibilidade por meio de rampas no andar térreo. Atualmente, o local comporta as três varas federais e, ainda, a Central de Mandados (Ceman), o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon), o Espaço do Memorial da JF e a Central de Atendimento ao Público (CAP). Além disso, também funcionam no prédio a sala da OAB, salas de audiências e salas de perícias médicas.

De acordo com a diretora do Foro, “a colaboração entre órgãos públicos é sempre salutar, especialmente em momentos de restrição orçamentária, visto que, em todas as esferas, a atuação acontece em prol da população”. Entre os benefícios da parceria estariam o compartilhamento de custos e melhores instalações para os servidores municipais. Os termos do acordo, entretanto, ainda não foram definidos.

Matos (E), Tejada e Daniela reuniram-se com a Administração do Município

Também participaram da reunião o diretor do Foro da Subseção Judiciária de Rio Grande, juiz federal Sérgio Tejada Garcia; o diretor da Secretaria Administrativa da JFRS, Antonio Cesar de Matos; o chefe de gabinete da Prefeitura, Alexandre Reinaldo Protásio e a procuradora do Município, Gilmara Meireles Ortiz.

Visita à Unidade de Jaguarão

Daniela aproveitou a viagem a trabalho para reunir-se com juízes federais de Pelotas e visitar a Unidade Avançada de Atendimento (UAA) de Jaguarão. Ela conheceu as instalações do local para avaliar possibilidades de melhoria.

Veja mais Notícias

Fazenda do RS é proibida de dissecar animais para dar aulas de anatomia

Um dos passeios oferecidos a alunos de 6ª a 8ª séries era a uma fazenda onde animais eram dissecados e usados em aulas de anatomia. A Justiça Federal acabou com essa prática.

Justiça Federal em Santa Maria (RS) condena paraguaio preso com mais de 100kg de cocaína

A 2ª Vara Federal de Santa Maria condenou um paraguaio por tráfico internacional de drogas. Ele foi preso com mais de 100kg de cocaína enquanto trafegava pela BR-158 no

Justiça Federal do RS condena Corinthians, construtora Odebrecht, Arena Itaquera e ex-presidente da Caixa a devolver R$400 milhões

Um repasse milionário de dinheiro público, captado por uma empresa privada especialmente criada para este fim e com capital social no valor de R$ 1 mil, embasado em garantias