Vídeos

Justiça nega porte de arma a advogado que alegou profissão de risco – Via Legal 764

16 de novembro de 2017 - 13:32

O mapa da violência no Brasil mostra que um milhão de pessoas morreram no país, vítimas de arma de fogo, entre 1980 e 2014. De acordo com o levantamento do Ministério da Justiça, em 95% dos casos, os crimes foram intencionais. No sul do país, um advogado usou o argumento de que trabalha em uma profissão de risco e tentou tirar o porte de arma. Mas o entendimento da Justiça foi diferente e o pedido negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A reportagem é de Marcelo Magalhães.

Veja mais vídeos

[Vídeos anteriores]

www2.jfrs.jus.br