Justiça Restaurativa: as políticas públicas e o enfrentamento das questões sociais associadas à violência são temas de palestra na JFRS

A Justiça Federal do RS (JFRS) promove, no dia 7/12, a palestra “Intersetorialidade das Políticas Públicas e o Sistema de Justiça no Enfrentamento das Questões Sociais”. O evento faz parte do ciclo de seminários “Justiça Restaurativa – uma nova perspectiva de Justiça” e acontece das 14h às 16h no auditório do prédio-sede da JFRS em Porto Alegre (Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 600 – 9º andar). A participação é aberta a interessados no tema.

A iniciativa se propõe a abordar questões referentes à criminalidade violenta como um problema social no Brasil, passando pelos desafios postos às políticas publicas na perspectiva da inclusão social e sua relação com o sistema de justiça para a garantia dos diretos fundamentais previstos na Constituição Federal. Durante a atividade, acontecerá uma apresentação da Orquestra Villa-Lobos, do CPCA.

O palestrante convidado, Luciano Elias Bruxel, é diretor do Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis (CPCA) e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente da Prefeitura de Porto Alegre. Formado em Filosofia com Especialização em Psicopedagogia e em Franciscanismo em Córdoba (Argentina), “Frei Luciano” atua na defesa dos direitos humanos, com ênfase nas áreas da infância e juventude e nas temáticas de enfrentamento à violência e pacificação. Desde 2007, participa dos projetos de Justiça Comunitária e na implementação das centrais comunitárias de Justiça Restaurativa na Lomba do Pinheiro e na vila Bom Jesus. Tamém auxiliou vários cursos de formação em Mediação e Justiça Restaurativa.

Seminário Justiça Restaurativa

O ciclo de seminários surgiu a partir da implantação, neste ano, do projeto Justiça Restaurativa na JFRS, construído sob uma perspectiva interinstitucional, sistêmica e interdisciplinar e com referência na Resolução 225/2016 do Conselho Nacional de Justiça. O principal objetivo da iniciativa é incentivar a reflexão a respeito do contexto que perpassa os processos no âmbito penal, como a superlotação carcerária, o aumento crescente da criminalidade, a insatisfação com a Justiça e a fragilidade do senso comunitário. Como pano de fundo está o entendimento de que cabe ao Poder Judiciário aprimorar permanentemente suas formas de resposta às questões sociais relacionadas aos conflitos com a lei e violência, resgatando sua capacidade de diálogo com a sociedade.

Serviço

Palestra: “Intersetorialidade das Políticas Públicas e o Sistema de Justiça no Enfrentamento das Questões Sociais”

Ministrante: Frei Luciano Bruxel

Data: 07 de dezembro de 2017

Local: auditório da Justiça Federal do RS (Otávio Francisco Caruso da Rocha, 600, 9ª andar/ala norte)

Horário: das 14h às 16h

Evento aberto ao público. Inscrições no local.

Veja mais Notícias

Fazenda do RS é proibida de dissecar animais para dar aulas de anatomia

Um dos passeios oferecidos a alunos de 6ª a 8ª séries era a uma fazenda onde animais eram dissecados e usados em aulas de anatomia. A Justiça Federal acabou com essa prática.

Justiça Federal em Santa Maria (RS) condena paraguaio preso com mais de 100kg de cocaína

A 2ª Vara Federal de Santa Maria condenou um paraguaio por tráfico internacional de drogas. Ele foi preso com mais de 100kg de cocaína enquanto trafegava pela BR-158 no

Justiça Federal do RS condena Corinthians, construtora Odebrecht, Arena Itaquera e ex-presidente da Caixa a devolver R$400 milhões

Um repasse milionário de dinheiro público, captado por uma empresa privada especialmente criada para este fim e com capital social no valor de R$ 1 mil, embasado em garantias