Este Portal utiliza a tecnologia de cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Para maiores informações, acesse nossa página de Política de Privacidade.

Notícia

Cejuscon de Passo Fundo (RS) comemora um ano de prática de conciliação

4 de fevereiro de 2015 - 17:15
O Centro Judiciário de Solução de Conflito e Cidadania (Cejuscon) da Justiça Federal de Passo Fundo (RS) comemora hoje (4/2) um ano de atividades. Instalado em fevereiro de 2014, a estrutura tinha e tem como desafio encontrar a gênese do conflito e solucioná-lo, contribuir para a pacificação social e prestar um serviço de qualidade com agilidade e eficiência. O desenvolvimento da prática conciliatória mostrou que as autarquias podem negociar e que a sentença, mesmo encerrando o processo, nem sempre encontra um desfecho para o problema de origem. As rodadas de negociações promovidas pelo Cejuscon possibilitam que as partes envolvidas sentem frente a frente, exponham todos os fatores externos que permeiam a discussão judicial e construam uma solução conjunta para encerrar o conflito.  

Mesas de negociação possibilitam a resolução da lide de forma pacífica

Resultados  Neste primeiro ano, o Cejuscon de Passo Fundo pautou 1514 processos envolvendo créditos comerciais, benefícios previdenciários e execuções fiscais. O trabalho de juízes, servidores e conciliadores resultou na celebração de 736 acordos e na soma negociada de R$ 5.259.786,30. A busca por solucionar a lide de forma pacífica chega, inclusive, a realização de 440 audiências pré-processuais relativas a contratos firmados com a Caixa Econômica Federal. As demandas envolvendo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) obtiveram 80% de acordos e o valor dos benefícios e parcelas atrasadas foi negociado entre 85% e 90% do total apontado pela contadoria judicial. Para ampliar ainda mais a prática conciliatória está sendo formalizado um convênio com a Universidade de Passo Fundo para que os estudantes possam atuar como conciliadores e mediadores. De acordo com coordenador do Cejuscon local, juiz federal Rodrigo Becker Pinto, esta união possibilitará que a Justiça Federal tenha reforços qualificados para o desenvolvimento das atividades e a Universidade aprimorará o aprendizado e o aperfeiçoamento dos alunos.

Conciliadores promovem o diálogo entre as partes

 

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do memorial da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br