em 1927

Execução fiscal é movida contra empresa de trens elétricos

4 de dezembro de 2020 - 15:28
Imagem em que aparece uma máquina de escrever com papel. Ao lado esquerdo, o texto: Memória JFRS e o logo da Justiça Federal

Em dezembro de 1927, a Companhia Carris Porto Alegrense, concessionária da exploração do serviço de “tramways electricos” da cidade, foi inscrita no cadastro de dívida ativa. O motivo foi deixar de pagar direitos de importação no valor 6.039$000, relativos à aquisição de postes para luz e outros equipamentos vindos de Hamburgo/Alemanha pelo vapor Entrerios.

Para garantir o pagamento à Fazenda Nacional, a Justiça Federal do RS expediu um mandado de penhora, sendo oferecido pela Carris 550 barricas de cimento Portland Frilarob, com 170 kilos cada uma, no valor total de 21.752$500, que estavam depositadas no almoxarifado da empresa, localizado na avenida Redenção (atualmente avenida João Pessoa). Mais tarde, a oferta foi substituída pela mesma quantia em dinheiro, por ser “mais rápido e garantido”.

A dívida foi quitada em setembro de 1928.

O Decreto nº 4.985, assinado por Dom Pedro II, em 1872, concede à Companhia Carris de Ferro Porto-Alegrense autorização para funcionar, alterando significativamente a rotina da cidade. As primeiras linhas de transporte público funcionaram com bondes tracionados por mulas.

Somente em 1895 ocorreram as primeiras experiências com eletricidade e em 1906, da união das duas empresas de transporte de bondes – Carris de Ferro e Carris Urbanos, surge a Companhia Força e Luz Porto-Alegrense, que seria responsável pelo transporte elétrico e pelo fornecimento de energia para a cidade. Os primeiros bondes elétricos trafegaram nas linhas Menino Deus, Glória, Teresópolis e Partenon.

A empresa norte-americana Bond & Share era quem administrava a Carris, no período de 1928 a 1954. Na gestão do prefeito Ildo Meneghetti, a Carris foi assumida pela prefeitura. Em outro governo, no período de 1969 a 1975, o serviço de bondes foi desativado.

imagem antiga de um bonde pelas ruas da cidade
Primeiro modelo de bonde elétrico em Porto Alegre/1908 Fonte: http://memoriacarris.blogspot.com/

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do memorial da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br