Notícia

Ídolos da dupla Gre-Nal abrem exposição “Dentro das 4 Linhas” na JFRS

11 de junho de 2014 - 19:05

Ex-lateral do Grêmio, China (E) participou da abertura da exposição

Com olhares de admiração e largos sorrisos, juízes e servidores da Justiça Federal do RS (JFRS) receberam, na tarde de ontem (10/6), os ídolos Tarciso e China, ex-jogadores do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense, e Caçapava e Vacaria, ex-atletas do Sport Club Internacional. Os esportivas estiveram na sede da instituição, em Porto Alegre, para a abertura da exposição “Dentro das 4 Linhas”. Promovido pelo Memorial da JFRS, o evento celebra a realização da Copa do Mundo na capital e procura mostrar que no campo de atuação da instituição também há espaço para o esporte. De forma muito atenciosa, os veteranos posaram para fotos, distribuíram autógrafos e compartilharam com os presentes diversas histórias sobre o mundo da bola.  Em sua primeira visita à Justiça Federal, Vacaria e China destacaram a qualidade da mostra e demonstraram gratidão pela forma como foram recebidos.

O colorado Caçapava conversou com o público presente

Tarciso chamou a atenção para a paixão nacional pelo futebol e a necessidade de se retornar a vivê-lo em meio a uma cultura da paz.  “A intenção do esporte é a troca, a convivência, a união”, disse. Já Caçapava afirmou que, para o clube, é importante participar de eventos onde haja  oportunidades de aproximação com a torcida. “O clube não é somente o futebol; temos o nosso museu, a nossa fundação, as ações sociais. O torcedor precisa conhecer tudo isso”, ressaltou. O esporte vira caso de justiça Para a diretora do Núcleo de Documentação e Memória da JFRS, Rita Vieira da Rosa, a exposição é um espaço de divulgação da instituição e de sua atuação. “É um local onde as pessoas podem perceber que a atuação da Justiça Federal atinge diversas áreas, inclusive o esporte”, afirma. Estão expostos no Memorial processos judiciais com valor histórico. Casos conhecidos como uma disputa envolvendo a “raspadinha”, uma ação relacionada ao programa A Voz do Brasil e outra sobre a chamada “máfia do apito”, que passaram pelas mãos de magistrados e servidores da JFRS, estão disponibilizados ao público na mostra.

Processo envolvendo o jogo da “raspadinha” está exposto no Memorial

Peças repletas de história A exposição “Dentro das 4 linhas” também apresenta um pouco da memória do futebol gaúcho, contada por meio das peças cedidas por diversos clubes. Da dupla Gre-Nal, há fotos, camisas, bolas, bandeiras, flâmulas e faixas autografadas que representam importantes conquistas, como o campeonato Mundial e a Libertadores da América. Já os  municípios de Pelotas e Santa Cruz do Sul estão representado com a participação de cinco times. O Esporte Clube Pelotas e Grêmio Atlético Farroupilha cederam os troféus da Recopa gaúcha de 2014 e do Cinqüentenário da Fundação Gaúcha de Futebol, respectivamente, além de camisas oficiais. Já o Grêmio Esportivo Brasil enviou o troféu da Recopa gaúcha deste ano e o quadro com os jogadores campeões do interior na atual edição do campeonato estadual.

Peças que contam a história de times gaúchos compõem a mostra

Do Esporte Clube Avenida, vieram as taças de campeão gaúcho da 2ª Divisão de 2011 e de campeão da Divisão de Acesso ao Gauchão 2015. O Futebol Clube Santa Cruz enviou a taça da Copa Centenário e o troféu comemorativo dos 100 anos do time. Camisas, banner e bandeiras também foram cedidas à exposição. Futebol arte  Obras de arte com a temática do esporte completam o acervo. Estão representados no evento os artistas Angel Urrely, cubano-dominicano; Ramon Belisario e Leonardo Salazar, da Venezuela; Geo Ripley, da República Domincana, e John Padovani, do Peru. Ainda integram a mostra trabalhos do haitiano Jean Philippe Moiseau e dos peruanos Moises Codena, Alfredo Uchuya e Luis Huaman, que utilizam a técnica de desenhos com tinta de Huarango, uma árvore típica do deserto do Peru. O Memorial da Associação Médica do RS (AMRIGS) participa com a coleção filatélica ligada ao tema esportivo, enquanto o Centro Cultural Érico Veríssimo apresenta um recorte da exposição internacional “Mategraficamente”. De caráter itinerante, a proposta é organizada pela Associação Civil Tiempo de Arte, que reúne trabalhos de artistas latinoamericanos representando o sentimento do povo brasileiro em relação ao futebol.

Processos dividem espaço com obras de artistas latino-americanos

O evento acontece até o dia 25/7 no Memorial da JFRS (Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 600 – 9º andar / ala Sul) em Porto Alegre. A mostra é aberta ao público das 13h às 18h.  

Tópicos relacionados

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do memorial da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br