Notícia

Ídolos da dupla Gre-Nal abrem exposição “Dentro das 4 Linhas” na JFRS

11 de junho de 2014 - 19:05

Ex-lateral do Grêmio, China (E) participou da abertura da exposição

Com olhares de admiração e largos sorrisos, juízes e servidores da Justiça Federal do RS (JFRS) receberam, na tarde de ontem (10/6), os ídolos Tarciso e China, ex-jogadores do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense, e Caçapava e Vacaria, ex-atletas do Sport Club Internacional. Os esportivas estiveram na sede da instituição, em Porto Alegre, para a abertura da exposição “Dentro das 4 Linhas”. Promovido pelo Memorial da JFRS, o evento celebra a realização da Copa do Mundo na capital e procura mostrar que no campo de atuação da instituição também há espaço para o esporte. De forma muito atenciosa, os veteranos posaram para fotos, distribuíram autógrafos e compartilharam com os presentes diversas histórias sobre o mundo da bola.  Em sua primeira visita à Justiça Federal, Vacaria e China destacaram a qualidade da mostra e demonstraram gratidão pela forma como foram recebidos.

O colorado Caçapava conversou com o público presente

Tarciso chamou a atenção para a paixão nacional pelo futebol e a necessidade de se retornar a vivê-lo em meio a uma cultura da paz.  “A intenção do esporte é a troca, a convivência, a união”, disse. Já Caçapava afirmou que, para o clube, é importante participar de eventos onde haja  oportunidades de aproximação com a torcida. “O clube não é somente o futebol; temos o nosso museu, a nossa fundação, as ações sociais. O torcedor precisa conhecer tudo isso”, ressaltou. O esporte vira caso de justiça Para a diretora do Núcleo de Documentação e Memória da JFRS, Rita Vieira da Rosa, a exposição é um espaço de divulgação da instituição e de sua atuação. “É um local onde as pessoas podem perceber que a atuação da Justiça Federal atinge diversas áreas, inclusive o esporte”, afirma. Estão expostos no Memorial processos judiciais com valor histórico. Casos conhecidos como uma disputa envolvendo a “raspadinha”, uma ação relacionada ao programa A Voz do Brasil e outra sobre a chamada “máfia do apito”, que passaram pelas mãos de magistrados e servidores da JFRS, estão disponibilizados ao público na mostra.

Processo envolvendo o jogo da “raspadinha” está exposto no Memorial

Peças repletas de história A exposição “Dentro das 4 linhas” também apresenta um pouco da memória do futebol gaúcho, contada por meio das peças cedidas por diversos clubes. Da dupla Gre-Nal, há fotos, camisas, bolas, bandeiras, flâmulas e faixas autografadas que representam importantes conquistas, como o campeonato Mundial e a Libertadores da América. Já os  municípios de Pelotas e Santa Cruz do Sul estão representado com a participação de cinco times. O Esporte Clube Pelotas e Grêmio Atlético Farroupilha cederam os troféus da Recopa gaúcha de 2014 e do Cinqüentenário da Fundação Gaúcha de Futebol, respectivamente, além de camisas oficiais. Já o Grêmio Esportivo Brasil enviou o troféu da Recopa gaúcha deste ano e o quadro com os jogadores campeões do interior na atual edição do campeonato estadual.

Peças que contam a história de times gaúchos compõem a mostra

Do Esporte Clube Avenida, vieram as taças de campeão gaúcho da 2ª Divisão de 2011 e de campeão da Divisão de Acesso ao Gauchão 2015. O Futebol Clube Santa Cruz enviou a taça da Copa Centenário e o troféu comemorativo dos 100 anos do time. Camisas, banner e bandeiras também foram cedidas à exposição. Futebol arte  Obras de arte com a temática do esporte completam o acervo. Estão representados no evento os artistas Angel Urrely, cubano-dominicano; Ramon Belisario e Leonardo Salazar, da Venezuela; Geo Ripley, da República Domincana, e John Padovani, do Peru. Ainda integram a mostra trabalhos do haitiano Jean Philippe Moiseau e dos peruanos Moises Codena, Alfredo Uchuya e Luis Huaman, que utilizam a técnica de desenhos com tinta de Huarango, uma árvore típica do deserto do Peru. O Memorial da Associação Médica do RS (AMRIGS) participa com a coleção filatélica ligada ao tema esportivo, enquanto o Centro Cultural Érico Veríssimo apresenta um recorte da exposição internacional “Mategraficamente”. De caráter itinerante, a proposta é organizada pela Associação Civil Tiempo de Arte, que reúne trabalhos de artistas latinoamericanos representando o sentimento do povo brasileiro em relação ao futebol.

Processos dividem espaço com obras de artistas latino-americanos

O evento acontece até o dia 25/7 no Memorial da JFRS (Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 600 – 9º andar / ala Sul) em Porto Alegre. A mostra é aberta ao público das 13h às 18h.  

Tópicos relacionados

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br