Notícia

JF em Santa Maria (RS) concede liminares a três municípios que requerem dinheiro da repatriação

1 de dezembro de 2016 - 20:44
A 3ª Vara Federal de Santa Maria (RS) deferiu, nesta quinta-feira (1/12), pedidos de inclusão da multa sobre o imposto previsto na Lei de Repatriação nos cálculos dos recursos repassados ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). As decisões tem caráter liminar e foram proferidas pelo juiz federal substituto Gustavo Chies Cignachi em processos ajuizados pelos municípios gaúchos de Formigueiro, São João do Polêsine e São Pedro do Sul. De acordo com os autores das ações, os entes municipais teriam direito a parte do montante arrecadado com a chamada “repatriação”, que prevê a cobrança de imposto e a aplicação de multa de 100% para a regularização de bens mantidos no exterior por brasileiros e não declarados à Receita Federal. A lei federal que instituiu o regime diferenciado de regularização tributária, entretanto, prevê que somente o tributo esteja incluído no valor destinado a estados e municípios. Para Cignachi, a legislação atinente ao FPM é clara em relação à inclusão de adicionais e multas sobre o débito tributário arrecadado. “Outra não poderia ser a solução, considerando a lógica imposta pela legislação tributária  infraconstitucional, presente antes mesmo da entrada em vigor da Constituição. O Código Tributário Nacional expressamente equipara as multas decorrentes de obrigações acessórias não cumpridas à obrigação principal”, explicou. O magistrado deferiu os pedidos de antecipação de tutela. Cabe recurso ao TRF4. Ação cível 50107024320164047102 Ação cível 50106556920164047102 Ação cível 50108583120164047102

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br