Este Portal utiliza a tecnologia de cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Para maiores informações, acesse nossa página de Política de Privacidade.

Notícia

JF Novo Hamburgo (RS) leva conciliação à Feira do Livro e negocia mais de R$ 5 milhões

20 de outubro de 2014 - 15:03
A Justiça Federal de Novo Hamburgo (RS) aproveitou a realização da Feira Regional do Livro, no período de 10 a 18/10, para estreitar laços com a comunidade local e desenvolver ações de cidadania. Com um estande montado no saguão do Teatro Paschoal Carlos Magno, a instituição disponibilizou aos cidadãos serviços como consulta e atermação processual, emissão de certidões e promoção de rodadas de conciliação. Das 17 audiências realizadas, 15 encerraram de acordos, com mais de R$ 38 mil negociados. Além disso, foram concluídas no local as negociações de 19 processos que tinham como ré uma única empresa. Nesse último caso, o valor total acordado atingiu R$ 5.817.470,47. Dos litígios solucionados, dois diziam respeito a ações de execução fiscal ajuizadas pelo Conselho Regional de Administração (CRA/RS). Outros quinze processos tinham como autores clientes da Caixa Econômica Federal que buscavam na Justiça o pagamento de indenização por danos morais. Além desses, foram extintas onze ações de execução e oito de embargos que tramitavam na 1º e na 2ª varas federais de Novo Hamburgo, respectivamente. As tratativas haviam iniciado ainda em agosto no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon). Ao longo dos nove dias de evento, também foram realizados 20 atendimentos e emitidas duas certidões. Benefícios para todos os envolvidos O advogado da Caixa Marcelo Quevedo do Amaral destacou o trabalho de aproximação realizado pelo centro especializado em conciliação como um dos fatores de sucesso das iniciativas. “O aprendizado nesses anos de trabalho conjunto da Caixa e do Cejuscon disseminou e fortaleceu a cultura de conciliação, demonstrando que esse é o melhor caminho para resgatar não só o crédito mas, e principalmente, a relação com o nosso cliente”, disse. Guilherme Lampert, advogado do banco, também lembrou que a entidade se encontra em campanha para recuperação de créditos. “Até o fim do ano, estaremos oferecendo descontos imperdíveis para vários contratos”, afirmou. Para a juíza federal Catarina Volkart Pinto, a solução autocompositiva de conflitos é uma excelente opção para todos os envolvidos. “A conciliação conclui o processo de forma justa e boa para todos. Além de resolver de maneira ágil o conflito, permite modulações que nem sempre são possíveis em uma decisão judicial”, concluiu.

Audiências aconteceram no estande da JF na Feira do Livro

Mutirão Execução Fiscal – CRA/RS 10/10 Nº audiências designadas: 4 Nº audiências de conciliação realizadas: 2 Nº acordos celebrados: 03 (01 acordo administrativo) % comparecimento: 50% % acordo: 100% valores homologados: R$ 1.865,87 Mutirão Dano Moral Caixa – 14 e 16/10 Nº audiências designadas: 16 Nº audiências de conciliação realizadas: 15 Nº acordos celebrados: 12 % comparecimento: 94% % acordo: 80% valores homologados: R$ 36.500,00 Ações 1ª VF e 2ª VF Novo Hamburgo 11 Ações de Execução / 1ª Vara Federal de Novo Hamburgo 08 Embargos / 2ª Vara Federal de Novo Hamburgo Negociações iniciaram em 26/8/14 R$ 5.817.470,47 negociados 19 processos extintos

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do memorial da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br