Notícias

Justiça Federal do RS condena ex-funcionária do Hospital de Clínicas por desvios de medicamentos

5 de abril de 2017 - 15:55

Uma técnica em enfermagem que trabalhava no Hospital de Clínicas de Porto Alegre foi condenada pela 11ª Vara Federal de Porto Alegre (RS) por desvio de medicamentos e materiais de escritório. A sentença de condenação foi proferida pelo juiz federal Roberto Schaan Ferreira em 28/3.

A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) teria partido de ocorrência policial registrada pela irmã da ré. De acordo com o MPF, ela teria desviado substâncias e fármacos de uso controlado e com retenção obrigatória de receita, como morfina, codeína e clonazepam, entre outros. A mulher também teria furtado gaze, esparadrapos e até grampos para grampeador. O material desviado era revendido, inclusive com a identificação do hospital, nas cidades de Alvorada e Canoas. Mandados cumpridos na residência da acusada teriam resultado na apreensão de remédios e material de uso hospitalar.

Em sua defesa, a ex-funcionária alegou inocência e sustentou a existência de uma rixa com a irmã. Afirmou que ela seria capaz de arquitetar e colocar em prática um plano para incriminá-la, visando a prejudicá-la em seu trabalho.

Após analisar as provas contidas nos autos, o juiz entendeu que estariam comprovadas a materialidade e a autoria do delito. A ré foi condenada a dois anos de reclusão, pena que foi substituída por duas restritivas de direitos. Ela foi advertida pelo magistrado que o descumprimento das restrições implicará em reversão da penalidade em privativa de liberdade.

Cabe recurso ao TRF4.

[Notícias anteriores]
www2.jfrs.jus.br