Notícias

Memorial da Justiça Federal do RS concorre ao Prêmio Innovare

22 de junho de 2016 - 17:06
Avaliadora do Innovare conheceu o Memorial da JFRS

Consultora do Innovare conheceu o Memorial da JFRS

A Justiça Federal do RS (JFRS) recebeu ontem (21/6) a pesquisadora Tânia Lopes, consultora do Prêmio Innovare. Tânia esteve na sede da instituição, em Porto Alegre, para conhecer o Memorial da JFRS, que concorre à premiação deste ano.

As juízas federais Ingrid Schroder Sliwa e Clarides Rahmeier, juíza consultora da Gestão Documental e Memória da instituição, a diretora do Núcleo de Documentação e Memória, Rita Vieira da Rosa, e as servidoras Tassiara Fanck Kich e Cristiane Galvan apresentaram para a avaliadora as características e os objetivos do Memorial da JFRS. O grupo também realizou uma visita guiada pela exposição temática sobre os direitos das mulheres para Tânia visualizar como a apresentação do acervo pode contribuir para aproximar a Justiça Federal da população ao mesmo tempo em que divulga os direitos dos cidadãos.

sss

Tânia conheceu a exposição “Direitos Humanos e Direto das Mulheres: a Justiça Federal e as representações sociais do gênero feminino”

Inaugurado em novembro de 2012, o Memorial tem um papel ativo na construção de um diálogo com a comunidade, principalmente com estudantes que frequentam as atividades assistindo palestras, visitando as exposições e participando de ações educativas. A população que percorre os trabalhos expostos no espaço entra em contato com as competências da Justiça Federal através da apresentação dos autos findos mesclados com abordagens artísticas e culturais em formato de exposições temáticas e temporárias.

O prêmio

O Prêmio Innovare tem como objetivos identificar, premiar e disseminar práticas inovadoras que estejam aumentando a qualidade da prestação jurisdicional e contribuindo com a modernização da Justiça Brasileira. Magistrados, membros do Ministério Público estadual e federal, defensores públicos e advogados públicos e privados podem participar. A sociedade civil também pode se inscrever na categoria Cidadania, apresentando práticas que contribuem para o fomento da cidadania brasileira.

[Notícias anteriores]
www2.jfrs.jus.br