Este Portal utiliza a tecnologia de cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Para maiores informações, acesse nossa página de Política de Privacidade.

Notícia

Mutirão de conciliação: valores negociados foram pagos na hora

28 de setembro de 2015 - 15:10
Partes negociavam para construir acordo

Partes negociavam para construir acordo

A Justiça Federal do RS (JFRS) promoveu, na quinta-feira (24/9), mutirão de conciliação em ações envolvendo processos de danos morais movidos contra a Caixa Econômica Federal. Os acordos fechados em Porto Alegre (RS) foram pagos na hora. De forma presencial, a 26ª Vara Federal da capital, realizou 22 audiências. As tratativas resultaram em 16 acordos. A novidade nas rodadas de conciliação é que os valores negociados foram no local, totalizando R$ 37.500,00 em indenizações. A coordenadora da área administrativa da Caixa em Porto Alegre, Ana Cláudia Beckel, afirmou que a iniciativa evita o retrabalho e finaliza o processo na hora. “Vislumbramos que poderíamos realizar o pagamento imediato dos acordos que são fechados aqui. A parte sai mais satisfeita, e faz bem, também, para a imagem da Caixa”, destacou. José Luiz Carvalho Chaves, que conseguiu resolver o conflito nas mesas de negociação, gostou da praticidade. “Acho ótimo. Estou muito satisfeito. Muito melhor que esperar por cinco anos para sair o dinheiro. Todos saem felizes”, comemorou.
Agência da Caixa, no prédio sede da JFRS, pagava os valores negociados na hora.

Agência da Caixa, no prédio sede da JFRS, pagava os valores negociados na hora.

Interior também conciliou As ações de danos morais contra a instituição bancária movidas em subseções do interior também participaram do mutirão de conciliação. O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon) da capital conduziu as negociações que foram realizadas por videoconferência. De Porto Alegre, os procuradores do banco apresentavam suas propostas e os conciliadores intermediavam as tratativas. De Uruguaiana, Gravataí, Pelotas e Alegrete (RS), os autores da ações faziam suas ponderações e procuravam chegar num consenso. Foram realizadas seis audiências com acordo celebrado em cinco. Os valores negociados fecharam em R$ 15.000,00.
Tecnologia foi utilizado para viabilizar negociação.

Tecnologia foi utilizado para viabilizar negociação.

Outras notícias

Todas as notícias
Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do memorial da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br