O Sonho Brasileiro da Casa Própria

Exposição que marcou a participação do Memorial na 12ª Semana Nacional de Museus/IBRAM

Sequencia de três fotos: na primeira há duas mulheres observando um painel próximo a uma parede azul com grandes panos de prato desenhados, artesanato que enaltece a temática do "lar" ; na segunda foto, há uma senhora observando uma imagem (que contém uma árvore e uma descrição ) na parede . Ao lado esquerdo desta mesma foto há cubos montados formando uma casinha e escrito "lar doce lar" na face de um dos cubos. Na terceira foto , dois cubos montando formato de uma casinha ; o cubo acima é "vazado" e ao fundo há uma imagem de um pai brincando com duas crianças .

No dia 18 de maio é comemorado o Dia Internacional dos Museus e, em celebração a esta data, o IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus) promove anualmente a Semana Nacional de Museus, convidando instituições museológicas brasileiras a promoverem atividades especiais, como visitas, palestras, exibições, entre outras.

A 12ª edição da Semana Nacional de Museus ocorreu entre 12 a 18 de maio de 2014,
com o tema – “Museus: as Coleções criam Conexões”, sugerido pelo IBRAM. O Memorial se dedicou a explorar o acervo judicial, alinhando esta temática à comemoração dos 10 anos da Vara do Sistema Financeiro Habitacional.

A partir desta temática, buscou-se refletir acerca da casa própria como um direito social, sendo este um assunto multidisciplinar por seu aspecto histórico, político, jurídico, econômico e cultural.

A programação incluiu exposição, sessão de cinema, palestras, aula magna e visitas guiadas ao memorial. Além disso, contou com material do acervo das seguintes instituições parceiras:

–  Arquivo Histórico de Porto Alegre Moyses Vellinho
– Equipe do Patrimônio Histórico e Cultura-EPAHC
– Serviço de Arquivos Judiciais do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
– Memorial da Câmara Municipal de Porto Alegre
– Museu Municipal de Caxias do Sul
–  Escola da Magistratura do TRF da 4ª Região/EMAGIS

Auditório da Justiça Federal cheio, com pessoas sentadas assistindo a uma palestra; ao fundo do auditório uma bancada com uma mesa com 5 pessoas conduzindo / participando do evento.

Entre as atividades realizadas, destacam-se:

  • apresentação do curta, A CIDADE, da diretora gaúcha Liliana Sulzbach, seguida de palestra com a diretora do curta , Juiz Federal Dr. Francisco Donizete Gomes e um psicanalista;

  • visita guiada à exposição, direcionadas aos trabalhadores terceirizados da JFRS;

  • ciclo de Palestras aos Magistrados sobre o tema;

  • visita guiada e aula aberta aos alunos da FACOS – Faculdade Cenecista de Osório, com palestra intitulada “Estado-violência, o Direito à Moradia e o Poder Judiciário: um recorte jurídico e sociológico.”

Logotipo do laboratorio de inovacao da JFRS Logotipo do projeto Portas para o Futuro

Aplicativos Eproc

Loja Google Play Loja App Store
www2.jfrs.jus.br