Projeto Pescar visita a Justiça Federal em Porto Alegre (RS)

Grupo de estudantes, na faixa dos 18 anos, uniformizados com camisetas na cor cinza, aguardam em pé em frente a uma porta onde se lê "Cejuscon Perícias Médicas"

Alunos setores envolvidos no trabalho da Justiça Federal

Estudantes que participam do Projeto Pescar visitaram, na tarde de hoje (29/8) as instalações da Justiça Federal em Porto Alegre. Acompanhados do professor Eduardo Dornelles, os 16 alunos conheceram de perto a rotina da instituição.

Durante a visita, eles foram informados a respeito da competência e do funcionamento da Justiça Federal. Os estudantes também foram instruídos sobre os serviços prestados na Central de Atendimento ao Público (CAP) e no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon), cuja estrutura foi totalmente desenvolvida para facilitar o diálogo e a prática da conciliação. A realização de perícias no prédio da subseção de Porto Alegre e a utilização das videoaudiências foram outros temas tratados com o grupo.

Sentados em uma sala, atrás de uma mesa redonda, estão quatro jovens. Atrás deles, um homem de gravata e outros três jovens aguardam em pé.

Alunos assistiram parte de uma audiência de conciliação

Os participantes também visitaram a 26ª Vara Federal da capital, especializada em conciliação. Os jovens foram recepcionados pelo juiz federal Hermes Siedler da Conceição Júnior e pela diretora de Secretaria, Patrícia Dornelles. O magistrado conversou sobre as ações julgadas na instituição e também respondeu às perguntas feitas pelos alunos. Questionado sobre o maior desafio do cargo, ele afirmou que é ser justo, “conseguir efetivamente fazer a justiça”.

Dez jovens, entre rapazes e moças, estão sentados em torno de uma longa mesa de reuniões. Na cabeceira da mesa, em pé,e stá o juiz Hermes.

Magistrado conversou com estudantes

O Projeto Pescar é um progama que desenvolve as competências pessoais e profissionais de jovens estudantes com vistas à sua inserção, manutenção e ascensão no mundo do trabalho. A turma que esteve na Justiça Federal é composta por alunos de várias escolas, mas que possuem em comum o interesse no meio jurídico/administrativo.

 

Veja mais Notícias

Fazenda do RS é proibida de dissecar animais para dar aulas de anatomia

Um dos passeios oferecidos a alunos de 6ª a 8ª séries era a uma fazenda onde animais eram dissecados e usados em aulas de anatomia. A Justiça Federal acabou com essa prática.

Justiça Federal em Santa Maria (RS) condena paraguaio preso com mais de 100kg de cocaína

A 2ª Vara Federal de Santa Maria condenou um paraguaio por tráfico internacional de drogas. Ele foi preso com mais de 100kg de cocaína enquanto trafegava pela BR-158 no

Justiça Federal do RS condena Corinthians, construtora Odebrecht, Arena Itaquera e ex-presidente da Caixa a devolver R$400 milhões

Um repasse milionário de dinheiro público, captado por uma empresa privada especialmente criada para este fim e com capital social no valor de R$ 1 mil, embasado em garantias